Dentro da programação do 1º CINE RO – Festival de Cinema de Rondônia ocorrerá o CINE RO LAB que tem por objetivo oferecer ações formativas aos criadores audiovisuais e curiosos de cinema de Rondônia e do Brasil, já que ocorrerá no formato virtual.

Para essa primeira edição teremos:

 

Nesse encontro serão abordados aspectos específicos da criação, técnica e produção com plataformas virtuais, tendo como parâmetro aprendizados e saberes presentes no experimento “METRÓPOLE ON-LINE | Arte para alimentar”, da Inquieta Cia., realizado por Gyl Giffony e Silvero Pereira. Com estreia em junho de 2020, a montagem se consolida como referente das possibilidades inventivas de artistas da cena nas redes sociais, chamando atenção para o uso criativo de recursos do Instagram.

Os artistas-produtores apresentarão características do processo criativo, dentre elas: germes criativos e relação com plataformas virtuais; organização do processo criativo; composição e montagem; atuação e contracenação; iluminação, som e direção de arte; produção e divulgação. Após a apresentação e exposição desses tópicos, abre-se um espaço de diálogo à comentários e questões de todes, todas e todos participantes.

BREVES CURRÍCULOS DOS MINISTRANTES:

GYL GIFFONY é artista da Inquieta Cia (Fortaleza, Ceará). Ator, encenador, professor, pesquisador e produtor. Dentre seus trabalhos estão PRA FRENTE O PIOR, Esconderijo dos Gigantes, Metrópole, METRÓPOLE ON-LINE e a publicação “De quem é a cena? A regulamentação do exercício amador e profissional de atores e atrizes”. Doutorando em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde desenvolve a pesquisa “O LUGAR INVOCADO: Teatralidades, espaços e memórias da violência política na América Latina contemporânea”.

SILVERO PEREIRA é ator, dramaturgo e diretor. Fundador do Coletivo As Travestidas (Fortaleza, Ceará). No teatro atuou em mais de 30 peças e circulou por quase todo o território brasileiro, além de EUA e Alemanha. Seus principais trabalhos no teatro são BR- Trans, Uma Flor de Dama e Quem Tem Medo de Travesti. Na TV atuou na novela A Força do Querer, com participação em vários programas. No cinema fez Serra Pelada (2012), Bacurau (2019), e diversos curta-metragens.

Inscreva-se! Clique aqui.

DESCRIÇÃO DO EVENTO
O objetivo da Oficina de Roteiro é que o aluno seja capacitado a desenvolver um roteiro de curta ou longa-metragem.
A oficina de roteiro de ficção, é voltada para iniciantes e orienta o processo criativo de escrita, da ideia à formatação.
A oficina aborda os seguintes tópicos:
1. Ideias e inspirações
2. Premissa
3. Conflito
4. Personagens
5. Tema / Ideia governante
6. Storyline
7. Estrutura narrativa: Incidente Incitante; Pontos de virada – Midpoint e Clímax
8. Argumento
9. Escaleta
10. Sinopse
11. Step-outline
12. Formatos serializados e procedimentais
13. Sistema de imagens – símbolos que reforçam a ideia governante
14. Ambiente Período, duração, localização e nível de conflito
15. Formatação de roteiro
16. Construção de cena
17. Diálogos
18. Exercícios práticos

SOBRE A MINISTRANTE
FLÁVIA ORLANDO é roteirista de cinema e TV. Roteirizou: longa-metragem “Lusófonas” (Mostra de Cinema Brasileiro em Berlim), série “Foliar Brasil Doc” (Cinebrasil TV), longa-metragem “Querido Embaixador” (Festival du Cinéma Brésilien de Paris), “Superbonita” (GNT); séries “Capoeira”, “Bom dia, Arqueologia” (TV Brasil); o longa-metragem “Sonhos e Desejos”, longa-metragem “200 anos de arte”; longa-metragem “O dono do mundo”. Na TV Globo, roteirizou: Criança Esperança, Videoshow, Fantástico, Estrelas, É de Casa.

Inscreva-se! Clique aqui.

Esta é uma oficina de iniciação ao audiovisual que se baseia na utilização de um recurso que cabe no bolso e que a maioria das pessoas possuem, o smartphone. É uma ação formativa voltada para iniciantes e curiosos sobre o processo de criação e produção audiovisual.

PRIMEIRO DIA: contextualização sobre os processos de produção audiovisual em tempos pandêmicos. Explanação sobre o cinema, os gêneros e os formatos. Exibição de vídeos com explanação de técnicas que podem ser utilizadas em vídeos caseiros para deixá-los mais atrativos.  Por fim será feito um bate-papo com os participantes da oficina para discutir o porquê fazemos e assistimos filmes.

SEGUNDO DIA: Exercícios voltados para a produção de roteiros possíveis de serem executados por cada participante da oficina no decorrer de uma semana. Explanação sobre o processo de edição de vídeo a partir de celulares.

TERCEIRO DIA: exibição dos filmes produzidos pelos participantes da oficina.

SOBRE O MINISTRANTE

ÉDIER WILLIAM é produtor, escritor, ator e criador audiovisual.

Formação: Graduação em Letras Português/Inglês e Literaturas, Técnico – Produção de Áudio e Vídeo

Registro Profissional: DRT: 0812/RO, DRT 8454/PR

Fundador da Zenital Produções, empresa pela qual produziu filmes premiadas no Brasil e no exterior. É o organizador do Madeira Festival de Teatro e vencedor de prêmios nacionais da ANCINE, SESC, ITAÚ CULTURAL e outras instituições. Curador do Petit Pavé Festival de Cinema e outros festivais. Produz e realiza obras e eventos de diversas linguagens da arte. Possui três livros publicados, dois de poesias (Esgoto e Poemas Virais) e um de prosa (Cama de Casal), além de diversos roteiros para teatro e cinema, registrados na Biblioteca Nacional.

Inscreva-se! Clique aqui.

Leave a Comment